[Português] Semana de 27 de Fevereiro a 5 de Março

As questões que carregamos estão dentro de nós e não fora. Aumenta a percepção de resistências, obstáculos ou dúvidas sobre se a condução das nossas vidas está no caminho certo. Ninguém sabe ao certo se estamos a ir para um bom lugar, porque o que definimos como «bom» só corresponde às necessidades de hoje e não às de amanhã. A nossa insatisfação atual é porque estamos onde queríamos, mas o ambiente e outros trazem-nos dúvidas. As questões estão dentro de nós, e na verdade só podemos avançar para confirmar que ninguém nos impede de continuar, nada impede e todas as suposições diluem-se com a confiança de ousar continuar na tentativa. Além disso, deixar-se levar por desejos e curiosidades sempre leva a caminhos mais brilhantes e possivelmente mais proveitosos se estivermos dispostos a deixar o passado para entrar lentamente nas novas circunstâncias do presente. Semana para sentir arrependimentos e o peso de ter cometido erros no passado. Sentir tudo isso muda alguma coisa? A consciência não fala por reparo ou regressão. Fala de aprendizado e amadurecimento nas próximas etapas. Somos adultos, e entendemos que somos responsáveis ​​por metade dos infortúnios e que somos protagonistas de metade das conquistas. A outra metade de nós aprecia que isso possa acontecer da forma que tudo nos foi permitido e entendemos que apreciaremos profundamente as portas que se abrem esta semana. A dúvida não nos impede de fazer nada, a dúvida apenas faz perguntas dentro de nós, onde também está presente a voz dos nossos passatempos e diversões. Talvez precisemos divertir-nos. Talvez nos falte aquele equilíbrio que restitui a nossa veemência.

No plano material e monetário

Tudo á nossa volta está lá para nos encorajar a ir atrás das nossas ambições. As condições atuais estão repletas de tecnologias e evoluções radicais para a facilidade do imediato. Parece que a vida íntima nos chama à consciência da austeridade digna, aquela que merecemos, mas da qual não precisamos. Enquanto a vida ativa é repleta de facilidades para ter mais tempo para tirar dúvidas. Há perguntas que valem muito dinheiro. É uma semana para ver o grande valor de responder a perguntas que abrem negócios, atividades, adaptações e evoluções de nossos talentos. O dinheiro espera-nos naquilo que ainda não sabemos ou pedimos. Na pergunta feita de outra forma, com outra visão do presente e flexível para sair do fácil para entrar no novo, faz-nos chegar mais perto da abundância que se espera dos nossos atos, embora possa ser que o ato mais sagrado seja para continuar com o desenvolvimento do presente que está cheio de curiosidades. Nesses detalhes, nesse curioso o valor aparece.

No plano sentimental

Semana para compreender que nada falta para sentir a profundidade do amor e da amizade. E o que nos falta não pertence ao sentimento, mas à ambição. Já faz muito tempo que não passamos um tempo na quietude de apreciar tudo que nos cerca para sentir sentimentos. Projetos ou planos não são necessários para sentir amor e amizade. Basta ter disposição de consciência para entender que estamos envolvidos em muita magia. Semana que falta para o desafio de sentir. simplesmente sentir aqueles pequenos brilhos que se abrem para momentos imensos de deixar o sentimento sentir amor. Mais do que fluir, é nos permitir sentir que vamos porque desejamos, admiramos, tornamos-nos cúmplices e finalmente permitimo-nos o prazer de ser amigos e amantes. Para amar, primeiro ame-se contigo e por ti mesmo. Damos o que temos e não o que inventamos.

No plano experiencial

Semana de abertura para novas alianças, e não porque os outros tenham algo que nos interesse, mas porque com os outros iremos atrás do que não temos ou não queremos. A ambição de associar não é tirar o que os outros têm, mas construir. Vivemos dias em que aliar-se parece uma condição espiritual natural que permite à alma sentir afinidade com outras almas para criar e divertir-se. São dias de criatividade que se associa a outras criações. Estes são dias de alianças para mover, da mesma forma que os planetas se movem e influenciam os outros, como as divindades se unem para criar deuses. Toda influência é apenas a energia de querer construir algo maior, não por capricho, mas porque existir, viver, criar e receber está naquilo que nasce quando colaboramos e participamos uns dos outros. Nenhuma aliança é para sofrer, porque o universo não sofre, mas alegra-se com cada magia que se permite. É uma ótima semana para definir o que vem pela frente. E há sinais e sinais de luz chegando.

fernandoconfianza-4

Donativo

Gostava muito do teu donativo como um agradecimento, e dessa maneira poder ter energia para colaborar com outros que nao estão a viver tão bem.

6,00 €