[Português] Semana de 22 a 28 de Agosto

Semana em que sentes que o ego tem os seus próprios assuntos, e que essa voz interior só faz te acreditar que a tua importância é o valor de tudo. E essa é a armadilha, esse é o erro desses dias e a grande causa dos teus tormentos atuais, onde não podes ser reconhecido como pensa, ou não podes ser valorizado como esperas. E faz com que as tuas intenções, os teus projetos, os teus negócios se tornem um labirinto de discussões, frustrações e confusões que detêm qualquer bom ânimo. Estes são tempos para ir mais devagar. Sério, mais lento para observares e entenderes que, quem eras há três anos, não és mais hoje. Ficas a tentar recolher a importância perdida ou o que te devem, quando na verdade deveria ser o esquecimento e parte da tua maturidade a abrir mão. Estes são tempos para perceberes pouco a pouco – ou tudo de uma vez – que o grande sucesso é ter uma consciência real (e não o domínio) de quem somos. Isso significa que saber até onde podemos ir, até onde podemos permitir e até onde achamos que podemos ir é um grande começo. O resto é construído por ambições e ilusões que se transformam em motivação e vontade, pois sem vontade não há progresso nem disciplina ao longo do tempo. O dinheiro faz a mesma coisa, perguntando-te para que precisas dele. E não chega a quem responde às suas necessidades, mas chega às mãos de quem acredita que o dinheiro é uma ponte para caminhar em direção aos sonhos. O amor é silencioso, não por causa de perguntas, mas porque, para amar alguém, primeiro precisas descobrir como te amas, para que, uma vez encontrado, possas dar e receber.

No plano material e dinheiro

Momentos de ter a sensação de escassez, seja porque há uma realidade que decidiu mostrar que o que tu mais precisas aumentou de preço. E não porque escasseou, mas porque há  sempre alguém disposto a pagar mais por algo. São tempos de ver que o teu valor tem a obrigação de aumentar e não te contentares com pequenas coisas. E não apenas em dinheiro, mas no que ganhas com os teus talentos, e não com a força dos teus músculos. São futuros de alto rendimento para os quais, com pouca força, mas muita inteligência, esperam tesouros e bons momentos. Em tempos de aparências confusas, há um tesouro que o furacão desenterra.

No plano sentimental

Semana de silêncio não de dúvidas, nem desconforto, mas jornadas internas para encontrar novos valores. Tempos de distrações e pouca atenção aos teus interesses. Não te ofendas, deixe que a jornada da outra pessoa chegue a bons tesouros. Só assim poderás ter em tuas  mãos aquela beleza que desejas partilhar. Semana para encontrar em amizades distantes ou timidamente novas, as respostas que esperávamos. Estes são dias de confirmação emocional, onde conseguiste chegar a um lugar estável para saber a quem dar teu amor, depois de encontrá-lo para teu deleite.

No plano experiencial

Semana para te permitires imaginar a alma e todas as tuas possibilidades de existência. Há um momento muito existencial que nos invade, em busca de novas respostas. Já sabemos que a energia da nossa alma já não responde aos credos religiosos, mas a crenças muito pessoais. E essas respostas precisam de amor, compreensão e, sobretudo, um sentido de delicadeza e expressão cerimonial, longe de razões e racionalidade. Semana onde redescobres a calma através do ritual, e te atreves a fazer qualquer tipo de expressão que te permita sentir essa comunicação com o infinito e o invisível. Com essa energia, retomas negócios inacabados e renovas a vontade de recomeçar algo que está desenhado nos teus sonhos. Aprendes que é sempre o sensível, emocional, vivêncial e mágico que impulsiona a disciplina e o rigor com que os teus alunos se conduzirão. Semana para compreender que o planeta procura suas novas formas a grande velocidade, onde há quem insista em ser o salvador de quem, com prudência e dedicação, começa a propor os novos fundamentos do Novo Humano. Atenção para isso, que aqui começam as novas respostas que definirão a relevância das antigas.

fernandoconfianza-1

Donativo

Obrigado pela generosidade para poder continuar a desenvolver este trabalho.

5,00 €