[Português] Semana de 1 a 7 de Novembro

Semana para agir com pressa diante da consciência de que o ano está a terminar. Nesta semana, acordamos ou ressurgimos após a data simbólica do primeiro de Novembro, onde toda a energia está focada na decisão. Significa acabar com alguns vícios e iniciar algumas ambições. Não são tempos em que o tempo de progresso é coordenado entre todos os envolvidos, mas sim em que cada um procura o seu interesse, gerando discussões sobre o que nos pertence e o que não nos pertence. Semana para ver o aumento das tensões econômicas e políticas. São momentos em que a importância das instituições mostra a sua mais profunda desvalorização, onde pode haver pouco interesse na confiança das organizações, fazendo com que as lideranças de governos, empresas e organizações sociais mostrem o seu mais profundo desligamento com a realidade. A atitude que surge dessa evidência é o desconhecimento, onde cada um simplesmente vive para os seus próprios interesses ao ver que as organizações não cumprem o seu mandato de zelo e orientação para o bem comum. Semana para ser muito flexível face às ofertas e oportunidades que se apresentam timidamente. No caos ninguém vence, mas tendo paciência na desordem, economizando energia para aquele grande momento, e sabendo cuidar das palavras, possivelmente tenhamos essa atitude de coragem e a sorte está do nosso lado. Perde quem se apaixona pelo passado, quem insiste no que se repete, quem evita experimentar novos caminhos.

No plano material e dinheiro

Semana para perceber que o que temos a nosso favor não se reflete no que é economizado nas nossas economias. Perdemos as contas de dinheiro e temos dias em que os números não coincidem. Semana de pagamentos diferidos e onde tememos ter perdido muito. O dinheiro é uma energia e não um meio de pagamento. Representa artificialmente o valor do nosso esforço e é uma semana de sensações confusas sabendo que trabalhamos muito por tão pouco resultado. Semana de suposições catastróficas que nos confundem na reação exagerada desproporcional de desespero desnecessário. Despertamos para ideias e criatividade, e a atitude correta de pesquisar novos ganhos é mais lucrativa do que lamentar e ficar com raiva pela perda de tempo e energia. Mais que calma, a recomendação é agir com consciência, ou seja, forçar onde sabemos que há resultados e não continuar exigindo onde já sabemos que nada funciona.

No plano sentimental

Semana para sentir o amor da amizade, do casal, da família como terapia de carinho e confiança. Semana para sentir proteção e compreensão na outra pessoa, permitindo o abraço sem condições ou julgamentos de valor. Isso não significa perdão para quem fez algo nocivo, mas independentemente das diferenças, o carinho e o amor são o pilar de todas as discussões inacabadas. Semana para que a saúde melhore com amor e ternura. A magia de uma palavra permite-nos curar por confiar em quem fala palavras de encorajamento. O amor desesperado e cheio de fazer e de fazer pelo outro não faz sentido, pois não esperam de nós os nossos resultados, mas as nossas lindas palavras e as nossas carícias cheias de honestidade. Sentir é mais poderoso do que fazer.

No plano espiritual

Semana para que doenças e acidentes, como também estarmos afetados e fragilizados, nos preencham de pausa e compreensão para ter tempo de nos reorganizar e reorganizarmos. Teremos que confiar nos outros, ou quem quer que seja afetado, terá que aceitar humildemente render-se a quem tem mais força, da mesma forma que confiamos na Fé do divino que permite e ensina. A bondade de confiar cegamente é o maior ato de pureza que existe, porque remete-nos ao sentido mais profundo da humanidade ao aceitar que não temos o poder e só temos a bondade de oferecermo-nos às circunstâncias. Não é renunciar ou perder, mas saber que nem sempre venceremos, as questões serão a favor da nossa comodidade. A humildade oferece-nos aquela beleza de começar de um lugar muito pequeno, como a semente de pimenta, que com o tempo e a maturidade se transforma em grandeza. A fé não só move montanhas, mas faz crescer o imenso jardim que vive nos nossos corações, onde quem está á nossa volta, amigos, família, saberá colocar a quantidade certa de água e fertilizante. Seremos gratos pelo que promove o nosso bem-estar, aceitando que nas dificuldades há espaço e tempo para abraçar e entregar-se aos sentimentos dos outros. Não são tempos de derrota, mas de aceitação das verdadeiras formas da nova ordem do tempo.

fernandoconfianza-1

Donativo

Obrigado pela generosidade para poder continuar a desenvolver este trabalho.

5,00 €