[Português] Semana de 31 de Maio a 6 de Junho

Sem estar errados, aceitamos que não coincidimos com aqueles que nos rodeiam. Sem desanimar, entendemos que não fazemos parte de um clamor mundial que clama por transformações radicais, porque a vida como a conhecemos criou muitas injustiças para uma maioria silenciosa. Agora tem voz. Agora tem o poder de decidir. Agora são tempos de mudanças que parecem testes, mas são tentativas de encontrar um caminho diferente. As empresas procuram novas formas de agregar valor aos seus produtos, bem como encontrar pessoas que queiram ficar satisfeitas com a oferta que podem oferecer. As organizações sociais procuram novos líderes naqueles que não têm academia ou formação profissional, nem mesmo pertencentes a alguns círculos sociais, com a condição de oferecer notícias que não conhecíamos. Procuramos novos amigos, diferentes, com novas ideias que permitam-nos inovar os nossos sonhos. Queremos encontrar alguém que incentive novas utopias para redescobrir sonhos. Sem ilusões e sonhos, não podemos sentir paz, porque não podemos dizer que estamos no caminho certo. Um bom caminho é aquele que se constrói a partir de um infinito ilusório que promete frescura, maravilha e alegria. E estes são dias para compreender que os bons tempos estão em mudança radical na forma como pensamos que nos organizamos e vivemos. O “mais do mesmo” leva ao desânimo de “mais do mesmo”. É por isso que aqueles que vêm do mundo desconhecido das minorias, das tribos urbanas, dos modos de vida remotos, parecem trazer novos sucos a um antigo modo de vida. E o mais importante: podemos não ter a opção de rejeitar as alterações, pois parece que o grande relógio do universo decidiu alterar a forma como está ordenado. O universo deixou de ser uma forma de se renovar em outra completamente desconhecida. A incerteza é a forma de encontrar oportunidades.

No Plano material e dinheiro

Semana para encontrar na simplicidade uma maneira mais simples de atender às nossas preocupações. Possivelmente o complexo já esteve associado aos inteligentes em algum passado, quando nos inocentes encontramos soluções tão puras no início que trazem abundância. São tempos em que falamos do que tem que se basear o que acreditamos, que desqualificamos novas ideias por preconceitos. Grandes empregos e grandes lucros instalam-se pelos próximos 6 anos nas formas, métodos e essências de pensamento desconhecidos que, se continuarmos a acreditar que não somos úteis para uma coisa, ou acreditarmos que o mais estranho e sem forma ainda é para perder tempo, é exatamente o contrário. Perder energia, dinheiro e esforço tentando fazer as mesmas coisas leva ao caminho errado. Sem ser uma semana de explosões, é uma semana de tomada de consciência de que o que nos inspira e nos dá sentido de ganho é uma imagem completamente nova e fresca em todos os sentidos da vida. Não porque no passado ela deu ao sucesso e ao progresso uma maneira, significa que a continuação disso será o sucesso e o progresso de amanhã.

No plano sentimental

Semana para mudar os temas e mudar a tradição de falar, sentir e amar da forma tradicional. Dê as boas-vindas às novas maneiras de ficar fascinado com os outros. São momentos em que precisamos de muito prazer e bem-estar, e isso começa por trazer vivacidade aos nossos relacionamentos. Haverá quem não queira inovar porque o medo paralisa-o. Possivelmente, são sinais para ficarmos prudentemente longe daqueles que não encorajam nosso frescor e vitalidade. Somente através do que é agradável, prazenteiro, gentil, generoso e disposto, criamos novas alianças, novos compromissos e novas formas de amar e ser amado.

No plano espiritual

Semana para aprender a separar esse sentimento de incerteza que associamos à derrota. Exaltamo-nos com o desconhecido ou o revolucionário, quando o mundo só grita revoluções para abrir caminhos possíveis. São tempos de escândalos que nos permitem abalar a consciência e assim propor a nossa criatividade e a nossa segurança das novas ideias que surgem dentro de nós. Nossas ideias com o tempo se unirão a outras, deixando de confundir os gritos e os primeiros anúncios como decretos inamovíveis. Nada será definido ou realizado em um dia. O que precisamos é de revolucionários que abram portas pelas quais o presente seja reordenado. Calma é chamada nesta semana para enfrentar aqueles que exploram ou enfurecem de forma barulhenta. Nada é tão sério. Por que isso faz parte do componente espiritual? Porque nenhuma crença foi plantada ontem e hoje é uma floresta. Nada obedece a uma única variável. Nada está separado de tudo. Portanto, é uma semana para conectar com tudo e com todos, como se todos respirássemos no mesmo ritmo. Semana para tentar formar uma equipa, formar uma família, formar grupos semelhantes, mas com gentileza nas nossas diferenças e não forçar nossos contratempos. A força que no passado nos destruiu domina-nos com medo e incerteza, quando só no diferente encontramos o sensível e a serenidade do nosso coração. Porque no que é conhecido, e no que sabemos, só existe o que nos trouxe a este presente onde não gostamos da maioria das formas que criamos no passado para supostamente viver o desenvolvimento e o progresso. São tempos de progresso humano, emocional, interior, pesquisando riquezas na serenidade, ao invés da consolidação eterna dos nossos privilégios. Nossas vantagens e nossos confortos estão em crise, não porque outros queiram tirá-los, mas porque eles fazem parte do peso que nos afundará na simplicidade de amanhã. Desejamos uma consciência amorosa e compreensão para perceber cada detalhe do que está a mudar no mundo. Os anjos estão a ficar cansados ​​de ensinar que o que está por vir é muito diferente do que conhecemos. E não oremos para manter o que cabe em nós. Oremos para experimentar a grande transformação humana em grande espanto e inocência. Sem ser transcendente nesta tarefa, sem nos não será possível construir o novo humano.

fernandoconfianza-1

Donativo

Obrigado pela generosidade para poder continuar a desenvolver este trabalho

5,00 €