[Português] Semana de 5 a 11 de Abril

Inicia-se um período com força total, após acumular energia passiva e duvidosa nos primeiros meses do ano. Uma energia que desperta da mesma raiva, ou da emoção, da motivação e da boa ideia. É uma semana para colocarmos em prática e sairmos do sonho. Momentos para evitar competir com os outros, porque nunca venceremos a corrida contra nós mesmos. Não há vencedores ou perdedores. Há satisfações para superar nosso espanto. Precisaremos de descanso extra para podermos tomar a iniciativa sobre assuntos importantes. Deixamos para trás algo que realmente importa para nós e iniciarmos outros temas, mais relacionados a nós mesmos, deixando o pequeno da semente para comunicar mais com a grande floresta que nos prometemos. Ser medido com dinheiro é um bom conselho, mas não ser austero com a energia de que precisamos para dar aquele impulso, aquela decisão e aquela coragem que nos dará sentido à vida. Construímos algo grande que não tem nome. É hora de ideias que se juntam a outras de quem vai ao nosso lado. Encontramos aliados que estão certos, mas carecem da coragem dos nossos corações. Se generoso com o que tens que dar para receber muito. É hora de decidir o que faremos com nosso talento e os nossos sonhos. Temos sonhado muito, sendo como uma revista de exemplos prontos, sem encontrar o que nos levará ao que será nosso próximo projeto. Agora é quando. Agora e com coragem. Agora com tudo.

No plano e econômico

É hora de apostar cegamente no que faz o nosso coração bater. A materialidade precisa do teu coração vivo e gracioso para sentir que estás a caminhar na abundância. E não é ter motivos para estar à frente de um plano vencedor, mas sim estar convencido de que o que nos motiva espera o nosso encorajamento e confiança. Matéria e dinheiro coloca-nos à prova, aguardamos as nossas apostas fortes para o que nos trará grandes resultados. O destino foi feito de frustrações, tentando vários caminhos. Esta semana tentamos novamente. E o sentimento parece diferente. Desta vez há energia para sair da adversidade, bem como energia interior e querer o que nos dá estabilidade.

No plano emocional

Semana para dizer o que precisa ser dito, fazer o que precisa ser feito, estar onde precisamos estar e terminar com o que tem que acabar. Não somos feitos de paciência, mas sim de vontade, e a passividade acabou na semana passada, para entrar em tempos cheios de sentimentos e paixões. E sem ter que dar demonstrações, são tempos em que o amor aparece onde há coragem e algo grande para admirar. Talvez as nossas reivindicações tenham mais a ver connosco do que com as ações do outro. Cuidado para não colocar energia em quem só tem a obrigação de ser feliz por si mesmo. Temos que nos lembrar que a felicidade não é feita por quem te ama, mas por quem vem buscar o que tu tens para dar.

No plano espiritual

Semana para ficar em pé e sentir que Fé e confiança têm o mesmo sentimento quando caminhamos cegamente por um caminho sem nome. Conheces os teus verdadeiros motivos para fazeres o que fazes? Às vezes não precisamos de argumentos, mas de fé cega para sair ou entrar num lugar que temos a obrigação de tornar como nosso. A fé permite isso, porque saberemos escolher entre o que nos pertence ou não, se sabemos reconhecer que a pessoa, o espaço, o trabalho, a amizade ou um objeto harmonizam-se com o sentimento no peito quando estamos diante disto. Semana para que a energia e o divino te permitam saber escolher. O erro é não tentar. A certeza só existe na tua Fé e não nas razões que nos cercam. O espiritual está presente quando abençoamos a dor, o cansaço, mas também a alegria e os resultados, sejam eles quais forem, quando estão rodeados de sentimentos. Estes são dias para nos levantarmos daquilo que acreditamos para seguirmos novos caminhos e pensamentos que nos dêem uma nova beleza, uma nova força e acima de tudo, uma nova Fé de que não estamos sós, mas temos desde o início um grande coração que nos impulsiona dar e receber, caminhar e descansar, agir e agradecer.

fernandoconfianza-1

Donativo

Obrigado pela generosidade para poder continuar a desenvolver este trabalho

5,00 €