[Português] Semana de 4 a 10 de Janeiro

Semana para tomar consciência dos tempos em que vivemos. Melhor ter uma atitude de atenção à semana porque a disposição e a emoção farão o ano ser constante. Que seja uma semana onde não deixemos nada indeciso, onde abordemos projetos com muita atenção, onde o passado não está presente e coloquemos todo o entendimento de que a grande missão deste ano é decidir se vamos desenvolver crenças, conhecimentos e emoções que no passado criaram raiva, frustração e confusão, especialmente no nosso trabalho e nos nossos relacionamentos profissionais e de amizade. Pode ser uma semana fácil se levarmos tudo com capacidade de adaptação aos desafios e formas que vão surgindo. Pode ser difícil, se insistirmos em querer que seja o nosso ponto de vista, a nossa razão e o nosso modo de realização ou reflexão. Estes são dias para, talvez, não estar certo, e teremos que nos desculpar. Mas são dias para incorporar outras versões e possibilidades na nossa abordagem. Estaremos rodeados de pessoas ofuscadas e frustradas com o seu poder, que já percebemos ser falso, porque o poder não está em quem impõe ideias, mas em quem vai finalmente cumprir as tarefas ou os próximos passos, e estar mais dispostos a sentir-se em equipa, onde o líder dá o exemplo e propõe elegância e bons hábitos de respeito e compreensão. Existem muitas pessoas que terão grandes problemas porque ainda acreditam que são importantes. Isso trará durante o ano grandes surpresas em eleições de qualquer natureza. A importância é coletiva, e não individual, então o melhor não vence, mas vence aquele que conseguir conectar-se com o nosso coração. Melhor compreender e aplicar o grande segredo do ano que se resume em saber transformar as dificuldades em gentileza e saber avançar em direção à boa nova, porque não chega a hora do nosso presente, mas somos nós que vamos rumo ao que está cheio das tuas ambições pessoais. Se acreditamos em problemas, encontramos problemas. Se acreditarmos na abundância e na bondade, serão os símbolos das boas novas que nos levarão a lugares maravilhosos.

No mundo material

Semana para ter cuidado com o dinheiro, apostar em algo não significa que nos será devolvido em abundância. É uma semana de cautela, e de compreensão que energia é para quem tem mais confiança, mas também para quem age com total convicção e descontração. E pode ser que gostemos da vertigem de correr riscos. Estes são tempos para confiar com vontade, e não confiar em silêncio. Temos que agir rapidamente e cheios de boas ideias. Semana para cuidar de documentos e pertences pessoais. Existe risco de perda e roubo. E não por malícia, mas por causa de nosso descuido e excesso de confiança. Vamos cuidar do que temos e do que nos rodeia. Cuidado, moderação e respeito geral fazem com que os outros cuidem e respeitem nossos objetos. Tudo começa com o exemplo.

No nível emocional

Semana para tomar a iniciativa de iniciar contatos e saudações. Respeito não é esperar que os outros dêem sinais, mas somos nós que transmitimos sentimentos de forma proactiva. Vamos parar de acreditar que os outros farão o que esperamos. Em vez disso, temos que propor, pedir e agir para dar o exemplo e dar o sinal de algum começo ou novo estágio. Quando fores amado, querido ou estimado, seremos nós que temos a dizer e mostrar interesse. O amor é vencedor quando criamos e vivemos emoções de amor. A passividade não faz parte das emoções que evoluem no amor e nas amizades.

No plano espiritual

Semana para nos sentirmos cansados ​​e com preguiça ao ter que explicar o que sentimos ou acreditamos. Podemos não ter todas as palavras para falar honestamente, porque preferimos deixar o ar encher-se de suposições que são óbvias para nós. Não é assim. Cada preguiça e cada fadiga criarão mal-entendidos e suposições que podem ofender ou provocar raiva. Espiritualmente, é melhor expressar as nossas dúvidas e os nossos sentimentos profundos. Outros precisam de saber onde estamos e no que acreditamos para compreender qual é a nossa fronteira e a crença que nos move. Os espíritos precisam de clareza no teu diálogo interior. A Divindade precisa saber com clareza o que queremos e desejamos para obter sinais claros. Vêm tempos de evidências espirituais que marcam o caminho cheio de significado. Um caminho sem propósito espiritual faz a vida desaparecer em nossas mãos, possivelmente desestimulando o que nos motivou ontem. A falta de motivação é uma ótima indicação de que precisamos desacelerar um pouco e guiar nossas verdadeiras intenções na vida. Ninguém ama ou quer alguém que está desorientado. Todos gostamos de quem tem um olhar claro e fixo sobre alguma versão da sua ambição, ainda que em construção, embora não pertença à realidade. São tempos em que é melhor acreditar no impossível para saber que a cada dia estamos mais perto do possível.

fernandoconfianza

Donativo

Obrigado pelo teu donativo. Agradeço inmenso a tua generosidade.

5,00 €