[Português] Semana de 2 a 8 de Novembro

Deixar acontecer é uma forma de nos conscientizarmos de todos os detalhes que se transformaram na nossa vida, do que aprendemos, melhoramos, crescemos e, acima de tudo, compreendemos. Principalmente isso de que não voltamos ao lugar onde perdemos a felicidade, porque voltar significa encontrar os restos sujos de algo que já não existe, e perceber que fomos nos que percebemos algo que já não existe. São tempos de revelações e aprendizado com o passado. Não vamos voltar a ele porque há outras maravilhas à nossa espera. Alegria, paz e bem-estar mudaram para outro ambiente, com outras regras, talvez mais simples e comuns, porque o luxo deixou de ser aquela coisa valiosa e cara que estava escondida em uma meta, e agora tornou-se um estado de ser e estar por dentro. Talvez agora o luxo seja mais caro, porque não é ter, mas ter o mais simples, o mais sagrado, o mais íntimo e o mais profundo de significado que dá sentimentos de grande valor. Por isso, esta semana celebramos esta nova consciência de estar calmo, na consciência e na atenção para que aconteça o que tem de acontecer. Descobriremos assim a nova ordem, os novos caminhos e, sobretudo, as novas oportunidades que existem para cada um de nós, que, longe de experimentar as consequências das angústias do presente, nos espera depois de viver as mazelas das perturbações do passado. Nenhuma doença pode ser separada do nosso sentimento e pensamento, que no final, o mais saudável é aquele que pode agradecer as lições das dificuldades sem culpa, ou raiva, ou vitimização. Estar em consciência, ser observador e ser essência torna-nos um novo ser que voltamos a conhecer todos os dias.

No plano material

Semana para permitir que o discutido, negociado, planeado e desejado indica a forma de se manifestar em nossas vidas. Continuar a insistir é transformar energia agradável em energia desagradável. Uma semana para confiar que tudo está em movimento, e nessa marcha, a tua abundância move-se pelo espaço para chegar até ti. E não virá passivamente, mas virá porque fizeste bem as coisas e de forma ética a cuidar do outro acima de tudo. Quem se cuida sem fazer mal a ninguém, recebe os tesouros que tornam a vida e a alma felizes. Sempre à nossa volta estão os oportunistas que não gostam do nosso jeito, porque querem mais de maneiras ocultas e perversas. Cuidado com as más intenções e planos cheios de segredos e labirintos. É uma semana para terminarmos de compreender onde a tua abundância cresce com esplendor e, sobretudo, de saber que não é o esforço excessivo que nos leva ao lucro, mas que é a coragem, a motivação e a perseverança com prazer que nos deve dar alegria e realização. Passamos por tempos de labirintos, por isso esta semana teremos que nos esforçar ao máximo para explicar com clareza as nossas ideias, porque ultimamente, não existe capacidade de ouvir ou de ser ouvido, porque ouvir significa compreender outra coisa que não o que a nossa mente fala freneticamente.

No nível emocional

Semana para perceber o outro lado do passado, aquele que nos ensina e nos lembra que não somos quem recordamos. O passado não aparece para nos atormentar ou seduzir, mas para agradecer e superar, talvez para sorrir da experiência não como uma chacota, mas como algo que nos trouxe até este presente. Teremos que aprender a descrever as nossas experiências como anedotas e aceitar que as anedotas dos outros são a forma que tiveram que ser vividos para nos conhecer. Ninguém vem de graça e ninguém fica limpo, porque todo santo tem sua história e todo pecador tem sua esperança. Cada ferida e cada cicatriz fazem parte de uma tatuagem que se torna uma beleza nestes novos tempos. Semana para aceitar e agradecer a presença das outras pessoas que vêm nos abraçar e amar como somos, com as nossas experiências e caminhos percorridos. Mas cuidado com quem se afasta e se retrai por intolerância ou veemência, pois nada mais é do que uma raiva intolerante de quem vai buscar o conflito no futuro. Às vezes, temos que aceitar que não viajamos todos juntos, embora todos nos movamos em direcção a um destino juntos. Agradeceremos a quem tiver boa vontade e ficaremos longe daqueles que só chegam ao ponto de interesse.

No plano espiritual

Semana para imaginar que o que estamos a desenhar dentro de nós é possível. No espaço secreto de nossa imaginação, estamos a colorir com emoções as imagens que nos conectam com nossos desejos. E não é imaginar mais riquezas, porque não saberemos o que fazer com elas. A riqueza vai acabar por ocupar o espaço dando peso às bagagens que exigem ser mais leves. Uma semana que nos permite sentir de antemão o que esperamos que a vida nos ofereça e assim saberemos reconhecer no futuro que de alguma forma estamos a abençoados. Semana para brincarmos com a magia do divino. Uma brisa que move os objectos de nossa casa vai fazer das suas travessuras. Deixa que as presenças divinas limpem os nossos espaços. Deixa que o divino bata á nossa porta. Mas não tenhamos medo de quem te traz as boas novas, mas antes agradeçamos e tenhamos boa vontade para sabermos compreender que poucos são os momentos sagrados em que o sagrado dá atenção aos nossos sonhos e desejos. São momentos únicos em que abraçamos a esperança.