[Português] Semana de 12 a 18 de Outubro

Semana em que devemos dedicar-nos a falar de amor. E o amor tem muitas expressões, como o amor a dois, o amor pelos amigos, o amor pelas nossas actividades, o amor por alguns objectos sagrados e uma infinidade de formas de amor. Começamos com o amor de ti mesmo onde não é aquele que agrada aos outros, mas aquele que respira paz e gratidão por ti mesmo. Talvez seja hora de perceber que os tormentos começam quando sentimos nossa parte nos outros, e a inquietação alheia constrói a tua própria perturbação. Uma semana para olhar com compaixão o que acontece aos outros, entendendo que cada um está no seu processo e confiamos que a sabedoria da consciência e da alma (aquela que vai do guerreiro ao homem inocente e sábio que se torna criança sagrada) faz a sua parte nesta existência. Semana para nos rodearmos de sentimentos de boa vontade, mas também para nos libertarmos daquelas memórias que parecem relações amorosas tempestuosas, onde uma parte de nós nega a possibilidade de superar o passado porque faz muito sentido no presente. Há muito a trazer para o lugar da simplicidade. E esta semana é um filtro para deixar para trás o que já não está na nossa vida, e trazer para o coração o que nos nutre de serenidade e plenitude.

No plano material

É uma semana para entender que outros conseguiram ter poder e autoridade sobre nós, porque o permitimos. Talvez não tenha havido como criar resistência às suas acções, mas também compreendemos que estão onde podem não merecer. Têm muitos problemas para manter o equilíbrio, a raiva e a frustração mostram a proximidade com o final do seu processo. Quem se irrita, perde e mostra pouca preparação para dirigir em novos tempos de participação e não de competitividade. Não é aquele que lidera e os outros obedecem. Somos todos uma equipa e todos passamos pela mesma porta. Semana má para os autoritários, porque acreditam que sua voz determina, quando na verdade destroem tudo que é possível. Boa semana para os líderes, pois é a empatia e a iniciativa do grupo que possibilitam conquistas importantes. Semana para reflectir sobre a relação com dinheiro e ganhos. E entenda que o amor permite que sintas que as recompensas são pontes para gerar novos acessos e possibilidades. Os ganhos são onde temos que caminhar para alcançar outros níveis de satisfação e abertura para novas actividades. É hora de abençoar o dinheiro como meio, é uma forma de o ter como amigo que nos leva a momentos e fases melhores e gratificantes da nossa vida.

No nível emocional

Semana para falar sobre expectativas e compromissos, e entender que estamos ligados porque confiamos em quem retribuímos sua amizade e sentimento. Por isso, pode ser uma semana de novas decepções ao não encontrar aquela luz no outro que nos escuta e reflete. Sentimentalmente, amar não é ajudar o outro, mas estar presente e admirar o adulto que o outro é. Amar é desfrutar e sentir que pode ser um grande momento em que a confiança nos leva a um lugar de sentimento profundo. Talvez em silêncio, talvez em paixão. É uma semana onde a confiança nos permite falar sobre as feridas do passado onde já sabemos que são anedotas e lições que levamos no coração. Tem cuidado ao julgar as histórias do outro, porque não somos juízes ou matadores. Somos testemunhas de como aprendemos a ser pessoas melhores. Além disso, cuidado com o ciúme, o ressentimento e os medos que o momento do outro nos causa, os laços do outro ou o caminho do outro. A decepção é uma ilusão interior, porque todo o mal acontece primeiro dentro de nós como uma confusão de medo e raiva. Às vezes acreditamos que somos ridicularizados, enganados ou traídos porque só conhecemos o conflito como um desafio e então sentimos paz. Esta semana, as verdades são apenas versões, em que a mais enganosa é a que  contamos como suposições em nossa mente.

No plano espiritual

Semana para sair do engano de acreditar que esses são momentos cheios de negatividade. É sempre mais fácil culpar o irrelevante visível que se opõe, quando geralmente a oposição está no invisível que não entendemos. Semana para fazer o exercício de confiar no momento, sentindo que os tempos nos levam a um lugar diferente e vantajoso, talvez muito longe do que aprendemos – e ainda acreditamos – que é o sucesso e as conquistas. Toda divindade está a tornar a realidade muito honesta e cheia de exemplos para aprender que possivelmente estávamos errados em muitas pequenas maneiras e detalhes. Já te perguntaste desde quando temos que pagar para viver num planeta que nos deu tudo de graça? O espiritual sempre valorizou o simples e o profundo, o sublime e o cheio de sensibilidade. E caminhamos para essa transparência, onde tudo o que sabemos e tudo o que somos é posto a serviço do que é realmente importante, aprendendo a separar costumes e crenças que só nos levam a colocar mais peso e dificuldades no presente e no amanhã. São tempos em que caminhamos para uma nova simplicidade, para uma humanidade contagiante de sorriso porque deixamos de escolher o que é complicado, o que não precisamos, o que força e complica a nossa existência e a dos outros, porque essa luz, essa fé, essa divindade que tentamos recuperar depois que pensavas ter perdido o paraíso, é apenas na mais profunda simplicidade, e não em ouro ou em celebrações complexas e repletas de tradições espectaculares que apenas nos tiram da essência e da pureza que carregamos dentro e merecemos viver do lado de fora.

fernandoconfianza-1

Donativo

Obrigado pelo teu donativo. Agradeço inmenso a tua generosidade.

5.00 €

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s