[Português] Semana de 24 a 30 de Agosto

Semana de surpresas, revoluções e conflitos que acontecem nos quatro planos da nossa vida, como se fossem espelhos que querem dizer-nos algo na linguagem dos signos e das intuições. Transitam de um lado do espectro para se tornarem condutores benéficos de novas situações.

No plano material, a semana é rodeada de obstáculos que vão surgindo ao longo do caminho, fazendo com que a fortuna e as condições de conforto demorem mais, mas desafiando a paciência e, principalmente, medindo a nossa perseverança. Semana em que os poderes frágeis desmoronam-se. Corporações, empresas, países, sociedades, tudo que duvida ou tem fissuras de fragilidade, cairá. E não com o desejo de atiçar o fogo do caos, mas com a intenção dos tempos de acabar de convencer aqueles que ainda não acreditam que o conflito não está em acontecimentos humanos, mas em princípios que ainda acreditamos serem intocáveis. Nos dias de hoje aprendemos a viver de uma forma diferente. Aprendemos a deixar de consumir. Aprendemos a viver de uma forma onde hoje tudo está apresento para nos organizarmos de outra maneira. E se percebeste, não há líderes mundiais com liderança total que nos digam o que fazer. A evolução é interna primeiro. Confiemos sem desmaiar ou arrepender. E, antes de nos derrotarmos, vamos ver onde os factos teimosos empurram o presente. Podemos estar a centímetros do que procuramos, embora os nossos olhos e evidências confundam as distâncias. Não sei se os nossos problemas estão resolvidos, mas temos certeza de que serão conduzidos de um lugar para outro em apenas alguns dias. Alguns vão gostar, outros vão ficar furiosos. Nesse outro lugar, o possível floresce porque torna-se visível. Sempre há um possível no mar do impossível. É por isso que vivemos. É por isso que tudo persiste.

No nível emocional, teremos dias cheios de confusão emocional. Nós pensamos muito. Exigimos a nós mesmos sobre nossa realidade. Calculamos a perfeição, quando o problema é querer ser perfeito e sem problemas. Não é uma conclusão, é um ponto de partida para aceitar que temos o que é necessário e suficiente para evoluir e que o que já sabemos ou começamos a intuir não nos pertence, guardamos porque temos medo da solidão e não porque realmente queremos ou sintamos amor. Semana para vermo-nos no espelho da vida, criticando os outros exactamente como não fazemos a nós mesmos. Ou ainda, admirar as virtudes e talentos dos outros quando apenas espalhamos críticas, desprezo, desvalorização e cobranças de nós mesmos. E não é um convite ao silêncio, à autopunição ou à quietude de nossas acções, mas um convite ao diálogo interno que nos ajuda a ordenar a incoerência, e fazer o que temos que fazer.

No plano mental, há omissões e erros que nos convidam à sinceridade de admitir que estamos errados e pedir as desculpas correspondentes. A humildade torna-se uma virtude de importância exagerada que se transforma em valor. A razão é cada vez mais condicionada por variáveis ​​externas à razão. Ainda falta um tempo para entendê-lo totalmente. Teremos que aceitar que cometemos um erro, mas não vitimizamos, mas queremos ordenar o presente de outra maneira. De todo erro nascem invenções e transformações incríveis, porque a evolução do pensamento nunca obedeceu à ordem, mas, no meio do caos e da irresponsabilidade, surge sempre aquela ideia ou génio que só espera que acreditemos nela. Mas temos que acreditar cegamente, e não mentalmente. Semana para focar nos nossos negócios, fazendo o melhor que podemos, e não punindo os outros (ou a nós mesmos) por não atendermos às expectativas mais elevadas.

No plano espiritual, é aqui que nesta semana, mais perto ou mais longe, compreendes que para entender este mundo com luminosidade e revelação, bem como nossa existência com sentido nele, precisaremos de mergulhar na magia dos cultos ou crenças. Também o chamamos de “Fé”. É impossível vencer a batalha sem antes cantar um hino ou recitar um lema que nos inspira. É impossível ir mais longe sem abençoar as nossas armas, ou nos encorajar diante do espelho quando damos os retoques finais na nossa imagem. É impossível obter esses resultados sem primeiro sentir no coração os verdadeiros propósitos que iluminam a vida para nós. Até os mais perversos se entregam à sua Fé. E Fé não é uma questão de se sentir frágil ou vulnerável, mas sim de que existe um invisível inteiro que conspirou com os teus propósitos. A Fé move as nossas próprias montanhas de negação e nossas certezas pessoais, colocando-as num olhar com um profundo senso de compreensão de que estamos aqui para algo muito importante e que o importante não é um, mas o todo onde estamos. Somos aquela mão que lava a outra, e entre nós duas, lavamos o rosto.

Semana a ir de menos a mais, de um lado ao outro, de uma emoção que nos ensina mais sobre nós mesmos. Semana para aceitar que apesar das transformações e mudanças que tivemos que vivenciar para nos adaptarmos à pandemia global, parece que muitos ficaram connosco para aprender a viver diferente. Mas mais do que encontrar alguém que nos ilumine ou represente, é hora de fazeres as tuas escolhas e ganhar forças para que sejamos nós a decidiremos por nós. Não será uma lei ou decreto que determine o que será bom ou mau. Será o contrário. Seremos todos, o anónimo de sempre que marcarão novas tendências, novos costumes e novas crenças, sem ser melhores ou piores que os anteriores. Eles serão o que nos conduzirá a tempos que inevitavelmente virão para vivê-los em todo o seu esplendor. Vamos confiar em nós mesmos. Confiemos que tudo está ordenado quando começamos a ordenar nosso interior. E não nos confundamos no caos externo, porque desse caos, com a ordem pessoal de cada um, vai nascer o que ainda não tem nome, mas que é o mais próximo de uma nova forma onde viveremos com anjos e pardais que que alegram cada uma das nossas manhãs.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s