[Português] Semana de 23 a 29 de Março

Semana de reorganizações. Ganhou-nos a confusão e a impotência de não podermos exercitar nosso instinto de “fazer”, e o cuidado que esta pandemia está a criar leva-nos a mudar hábitos e crenças – e não por medo ou obrigação -, mas porque começamos a perceber que algumas transformações são necessárias em muitas áreas da nossa vida. Semana em que possivelmente a energia centre-se nas medidas drásticas nas organizações, empresas, grupos humanos, famílias e clãs, bem como nos mercados, negócios e maneiras de ter que funcionar. E se quisermos classificá-los, não serão bons nem maus, serão reorganizações para iniciar outra maneira de interagir.

Semana para aceitar que dinheiro e abundância são a primeira vítima de uma pandemia. Mas não é a morte de um sistema, mas a transformação de como vencê-lo. Sem estar todo o mundo do trabalho ameaçado, a ameaça está em organizarmo-nos de outra maneira. Já houve na semana passada, e haverá esta semana, definições sobre como podemos encontrar novas maneiras de ganhar dinheiro, porque na verdade nada morre, mas é reorganizado ou transformado. É uma semana em que podes facilmente cair no drama da escassez ou entrar no silêncio de criar e planear novas maneiras. Havia sempre uma escassez (com ou sem COVID19), e era para aqueles que insistiam nos modelos de ganhar dinheiro que já não funcionam, insistiam em empregos de pouco valor ou transformação de valor, insistiam em formas de trabalhar que obrigavam a organização a simplificar-se. Portanto, venho a anunciar isso há mais de um ano onde era necessário preparar-te para mudares radicalmente a maneira de ganhar dinheiro. Se queres poder sentir calma e aceitar o momento, é uma excelente semana para sonhar com novas formas e começar a te organizares de outra maneira. Atualmente, existem musas que inspiram e estrelas que mostram o caminho, mas sempre em direção a lugares e formas     novas. É provável que tudo tenha uma quota de algo novo. Há mudanças na atividade, mudanças no local onde o trabalho é realizado, mudanças nas formas de trabalhar e ganhar e mudanças na orientação de mercados atraentes.

Semana para te sentires vulnerável e culpar o amor por ser a fonte de nossos delírios amorosos. São momentos em que as circunstâncias testam como a nossa autoestima está a viver o presente. Sentires-te fortalecido pelo amor significa que temos os pés postos nas nossas formas sólidas de crer e sentir em nós mesmos, no divino, no sensível, no humano e no que transcendente. A autoestima esta semana toma as rédeas do futuro e valoriza a criação de fascínio pessoal por partilhar com o outro, sem precisares de sentir que amamos mais ou menos. Se a autoestima é vulnerável e fraca, é uma semana de dúvidas e problemas que te deixam com o sentimento de não sentires a dedicação do outro por ti. Portanto, semana em que esse amor baseia-se na necessidade (“eu preciso de ti”, “estou a morrer sem ti”, “tu és o centro da minha vida”) muda radicalmente porque são sinais de baixa autoestima e falta de poder pessoal. Semana para viveres novos acordos com amor e novas maneiras, onde é necessário que primeiro o teu mundo esteja cheio de paixões pessoais para poderes sentir que o amor chega à tua vida. E, pelo contrário, uma semana para sentires que tu só te podes apaixonar por alguém que tem fascínio pela tua vida, porque o amor deixou de ser solidário ou suster o outro, o amor é a valorização pessoal que é partilhada com o outro. Portanto, é uma semana em que podemos ficar calados, mas fascinados com as nossas atividades, sem nos sentirmos sozinhos.

Semana para nos focarmos em 9 maneiras de perceber o presente e como ele exige disposição em todas as áreas da nossa vida, tornando-se uma semana de decisões internas, próprias, privadas e profundas que não implicam finais (o que aconteceu há alguns dias), mas como a realidade nos convida a transformarmo-nos e reorganizarmo-nos.

1) Compreenderemos que temos limites e que tudo é postergável; portanto, nada é decisivo ou crucial. Tudo é relativo

2) Entendemos o que está a nos impedir de progredir pessoalmente e em grupo

3) Entendemos que possuímos uma sabedoria intuitiva que só aparece no silêncio e no descanso confortável para transformar o antigo com o inovador.

4) Encontramos maneiras de criar novas formas de sentir laços poderosos entre os que nos rodeiam: amigos, familiares, colegas e todos os que servimos á nossa volta

5) Somos forçados a reorganizar as nossas idéias e as nossas definições. Será um trabalho profundo entender que existem coisas que fazemos por inércia e é hora de fazer planos para todos os sentimentos, crenças e obviedades da vida.

6) Atreve-te a tentar coisas diferentes devido à condição forçada do presente. Alguns com grande resistência e outros com facilidade. Isso não garante nada, mas um grupo descobre que no novo há muitas oportunidades.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s